segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Sampa

 Guid- Brás

Magrela- Belém
 Pow-Bela Cintra
 Sinha-Praça Roosevelt
 Tetitha-Paim

 Prila Paiva-Vila Madalena

 V

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

chica chica bum

É HOJE


A festa mensal 'Chica Chica Bum' que acontece às quintas-feiras, é produzida pelas djs residentes Ju Salty e Haru. Colecionadoras e amantes do velho e clássico vinil, as djs têm um repertório musical amplo, do jazz ao samba, do original funk ao RAP, da música latina à africana, grooves raros mundiais agitam a pista do Tapas.

Esta noite ainda conta com algo especial, a cada edição uma cantora e uma artista visual são homenageadas....
Para esta edição teremos a exposição da multi artista urbana Prila Paiva. Conhecida por seus trabalhos de intervenção urbana nas ruas de São Paulo, desde 2003, seu estilo ilustra fortes referências tribais gráficas e musicais.

A cantora homenageada é a peruana Yma Sumac, grande artista da música exótica que, com sua voz lírica, rompia cristais com agudos nunca antes alcançados e embalava mambos com graves de um barítono legítimo.

As primeiras 20 pessoas que chegarem na festa ganham um kit de arte de presente com lembrança da artista visual.








Para maiores informações e dicas das Chicas: http://www.chicabumchica.blogspot.com/

Onde:Tapas Club
End: R. Augusta, n° 1246
Quando: 20/01/2011
A partir das 22h
Preço: R$10 de entrada ou R$30 de consumação c nome na lista (chicabumchica@gmail.com)
ou R$15 (na porta)
Djs: Ju Salty e Haru
Intervenção Visual: Prila Paiva

Graffite no metro italiano

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

ACIDOGROOVE + DJ MORELLI

A Banda Acidogroove vem a São Paulo pra mostrar uma prévia do 1º CD " Talvez Hoje eu Tope um Plural " Com discotecagem do DJ Morelli nosso amigo Lírico!

Livraria da Esquina B
Rua do Bosque,  1236
São Paulo/SP Tel: (11) 3392-3089

sexta 21/01/11
R$ 10,00

http://www.myspace.com/acidogroove

http://espacoeulirico.blogspot.com/2010/06/novo-livro-andre-morelli.html

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

KARKAÇA NA CHOQUE CULTURAL

Segunda exposição individual de Magoo Felix

Inspirada Kustom Kulture, anos 50, California








Abertura 15 de janeiro - 13 às 18hs até 26 fevereiro de 2011
Acervo da Choque: Rua Medeiros de Albuquerque, 250 - Vila Madalena ,SP
(11) 3061-2365 -Terça-feira a sábado das 13h às 18h - Grátis



tudo sobre
http://choquecultural.com.br/blogs/magoofelix

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

MATHEUS LINHARES

Conheci o trabalho do Matheus num desses imprevisto da vida... e ao entrar em seu apartamento encontrei uma série de obras que revelavam um desenhista nato, graffiteiro, contestador, skatista! Sai de lá louca por uma tatto, que ainda não fiz e querendo mundo conhecer mais sobre esse paulistano com influências de artistas como Boris Vallejo, Patrick Woodroffe,Os Gêmeos e Guy Aitchinson.








todas suas telas estão à venda
http://matetc.blogspot.com

Festival Riffs, Grooves e Beats

O Brasil vive um momento muito fértil na música contemporânea. Artistas de várias partes do país estão criando novos sons a cada dia. Com o advento da internet, a comunicação entre eles ficou mais fácil, assim como a divulgação e a influência de um trabalho artístico em outro. Artistas de diferentes regiões do país representam essa riqueza musical no palco. Seja trazendo riffs de guitarra exclusivos, seja com grooves originais ou beats inusitados, nenhum dos repertórios se encerra em um só ritmo. Pelo contrário, todos eles reinventam suas influências, misturam as referências e produzem materiais exclusivos.

04 de janeiro – Karina Buhr e Cidadão Instigado
Karina Buhr lançou o aclamadíssimo CD “Eu Menti pra Você”, primeiro solo dela depois da banda Comadre Florzinha. Cantora e compositora, nasceu na Bahia e foi criada em Pernambuco, onde viveu intensamente a música de raiz, as pastoras, o cavalo marinho e o maracatu. Cheia de carisma e acompanhada de uma banda de primeiro time, traz de lá um colorido que faz suas músicas e letras muito especiais.
Cidadão Instigado lançou em 2009, o terceiro álbum “Uhuuu!”. Aclamado pela crítica, traz um rock psicodélico no qual contrastam referências como Roberto Carlos, Santana, Pink Floyd e Bee Gees. Os novos arranjos se embalam numa música brasileira contemporânea, cheia de guitarras alucinadas e letras poéticas, cantadas numa voz melódica, única. O CD foi indicado a quase todos os prêmios da música brasileira; foi considerado o “melhor show de 2009”, pelo Guia da Folha, e o segundo melhor álbum pela Revista Rolling Stone. A banda também foi indicada ao Prêmio Multishow, Prêmio Música Digital e Prêmio Bravo. O vocalista e guitarrista Fernando Catatau foi considerado “o homem do ano” pelo jornal O Globo.

• 11 de janeiro – Tigre Dente de Sabre e Edgard Scandurra
Tigre Dente de Sabre é um trabalho instrumental que consegue naturalmente mediar-se entre a linguagem do jazz, a elegância do erudito, o subsolo do underground e soar como uma festa de música eletrônica. Mistura também instrumentos elétricos com acústicos, música computadorizada e reúne novas tecnologias em música moderna aliados à potência do Live Cinema.
Sua utilização torna-se cenário para performances, iluminação, registro ao vivo com câmeras de segurança, VJ, metalinguagem com cinema, exploração visual, sensorial e utilização de imagens em 3D.
Edgard Scandurra é o guitar hero brasileiro e acaba de lançar seu mais novo DVD. Partindo da ideia de celebrar os 20 anos do emblemático disco Amigos Invisíveis (1989), Scandurra preparou um show repleto de suas investidas. Traz músicas de toda a sua carreira, desde o Ira! até seu trabalho mais eletrônico “Benzina”, além de composições inéditas. Tudo temperado com arranjos modernos e timbres deliciosos, graças ao sabor forte de sua inseparável guitarra – a parceira de sempre, marca registrada e bandeira de seu triunfo notório no rock pop brasileiro.

• 18 de janeiro – Retrofoguetes e Maquinado
Retrofoguetes é a banda soteropolitana que foi criada em 2002 como uma banda de surf music. Incorporaram outras influências, como: rockabilly, polca e música circense; e abrem espaço no repertório para elementos de mambo, tango, música italiana e swing jazz. Some a isso uma ambientação na literatura, cinema e HQs de ficção científica. O resultado é música pop bem-humorada e extremamente visual, como na trilha sonora de um filme imaginário.
Maquinado, projeto de Lúcio Maia, guitarrista da Nação Zumbi, é mistura e transformação. “Mundialmente Anônimo”, é seu segundo e novo disco. Considerado um dos melhores guitarristas de sua geração, Lúcio também está à vontade como cantor e apresenta uma identidade vocal bem definida. No show ele é acompanhado por guitarra e efeitos, percussão, baixo, bateria e DJ. Maquinado é considerado um dos projetos mais inventivos da atualidade.

• 25 de janeiro – Ava CóR e Nação Zumbi
CóR é a banda de Ava Rocha, filha do cineasta Glauber Rocha e que lançou recentemente o álbum de estreia “O Vermelho do Vermelho”. Nele, o grupo celebra a tradição da canção brasileira e latino-americana num encontro com procedimentos sonoros contemporâneos, frutos da música digital, do cinema e da arte sonora. Sua música convida o público a transitar (ziguezagueando) por formas e movimentos que se completam num conjunto de caminhos melódicos e harmônicos em diálogo efetivo com texturas e paisagens sonoras.
Nação Zumbi segue a linhagem das melhores bandas brasileiras de todos os tempos. A banda pernambucana, antes conhecida como Chico Science & Nação Zumbi até 1997, é uma das fundadoras do movimento Manguebeat, o Manifesto dos Caranguejos com Cérebro, um dos principais movimentos artísticos dos anos 90. Com percussão, tambores e alfaia a banda vive numa profusão de ritmos; misturam rock com hip hop, maracatu e música eletrônica.

04 a 25 de janeiro
Terças, às 13h e às 19h30
Teatro (125 lugares) | Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
R$ 6 (inteira) | R$ 3 (meia entrada para estudantes, professores, correntistas do Banco do Brasil e maiores de 60 anos)
Terça a domingo, das 10h às 20h | Telefones: (11) 3113-3651/52

Classificação indicativa: livre.

Curta Baseado na História dos Beastie Boys


O roteiro é simples: revelar o que ocorreu após os acontecimentos do famoso videoclipe Fight For Your Right, dos Beastie Boys, renomado grupo de hardcore e hip-hop norte-americano. Este curta-metragem conta com a direção de Adam Yauch, mais conhecido como MCA, um dos próprios membros do grupo.

Mas, se a história ainda não foi o suficiente para convencer, talvez o elenco consiga: Seth Rogen (Ligeiramente Grávidos), Elijah Wood (Hooligans), Danny McBride (O Elo Perdido), Will Ferrell (O Elo Perdido), John C. Reilly (Cyrus) e Jack Black (Escola de Rock) participaram deste projeto.

Reunindo esta grande equipe de atores, provavelmente todos fãs da banda, Yauch tem em suas mãos agora um dos curtas mais esperados para este festival. Especialmente após esta imagem que chegou à Internet, onde Rogen, Wood e McBride aparecem caracterizados como os três – então – jovens do grupo Beastie Boys.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

TIKI TIKI no FUBÁ

Festa inspirada na cultura TIKI dos anos 40, nos EUA, envolvendo jazz, exotic, surf music, twist, swing, doo-wop, e outros ritmos exóticos mundiais.
via Prila Paiva

http://www.tapasclub.com.br

CRUA

Direto das ruas
by Sinhá e Magrela





http://crua.carbonmade.com

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

GALERIAS>>>> Choque Cultural

A Choque Cultural começou em 2003 como editora que procurou estimular a produção em pequena escala de posters, livros e objetos de arte voltado para a cultura das ruas.
Logo em seguida em 2004 abriu para o público no bairro de pinheiros, com informalidade e novas formas de apresentação e a tendência jovem. A casa dos anos 40 já recebeu artista como Zezão, Titi Freak, Ramom Martins, Carlos Dias e já levou dezenas deles pra gringa, promovendo um grande intercambio.







O público das galerias mudou, a choque se torno referência em cultura pop e arte urbana...e por lá vemos não só a valor da criação artistica mas também o compromisso socio-cultural.

Tudo sobre
http://choquecultural.com.br